Aló, Comidista: "O'Pesadelo Na Cozinha' É Uma Farsa? 2

Aló, Comidista: “O’Pesadelo Na Cozinha’ É Uma Farsa?

Aló, Comidista é um patrão em que vale tudo: dúvidas culinárias, enigmas gastronômicos, dúvidas pessoais ou dificuldades psicológicos e metafísicos. Responderei às vossas cuitas a cada 15 dias, um sábado sim e outro não (se não há pontes ou coisas raras). Noa: Ontem me deram a provar um croissant recheado… de omelete de batata. Descobri que pelo visto é uma nova ‘iguaria’ que está se tornando moda em algumas destas correntes de confeitaria-padarias que proliferam na cidade. Quem é que lhe aconteceu?

É como comer o concreto, com o pedaço de omelete seco como um pedaço de deserto sem água dentro da massa ainda mais seca do croissant, e em cima, CIMA, omelete assada por bordas de tê-lo metido no forno. O que me preocupa é que essas forças os vendem ao peso ao lado de outros doces salgados daqueles que as senhoras levam pra tomar chá no momento em que vão de visita e que acreditam que são o mais. Querida Noa, partilhar a tua condenação e estupor ante a insensatez de colocar a omelete de batata seca nos curasanes (visto que de certeza que não são croissants), e acima de ter o morrazo de vendê-lo como uma iguaria.

Por o visto em Portugal não temos tido o bastante pra torturar esse clássico da pastelaria francesa apelmazándolo, inflándolo a gordura vegetal desonesto e embadurnándolo dos itens mais pringosos. Também tinha que humilhá-lo sodomizándolo com um agradável taco de omelete. A legal notícia é que não somos nada patriotas, e que maltratamos por similar alheio que o respectivo.

o Que a nossa amada omelete de batatas fica como um bloco de argamassa se a entrar no forno? O que mais oferece, homem, se eles vão ingerir parecido! Venha, dê forte (220 graus pa’ que doure! Vaso do Sul: Por que em nenhuma receita aproveita o óleo de conservas? Entendo que pra muitas coisas o atum necessita encaminhar-se escorrido, contudo é que existem outras receitas que fazem escorrer o atum ¡

Por que, sendo assim, nos molestamos em obter boas conservas em azeite de oliva, se depois vamos jogá-lo? Como eu sei que você é um portador da cozinha de aproveitamento e do “aqui não se tira nada do que há muita fome no universo”, desejo que dê resposta a esta indecisão minha.

Querida Vaso do Sul, o óleo de conservas é puxado por um fundamento muito simples: costuma ser de baixa propriedade. Ou acaso você descobre que as conserveiras lhes sai a conta-embalagem com azeite de oliva extra-virgem de primeira? Também não teria muito sentido, porque quando você compra uma lata de anchovas ou lindo, o que você quer é que o peixe seja excelente, não se preparar uma salada com o azeite.

David: Comidista, o patrão sem o seu pontinho gay perdeu a graça, contudo sigo religiosamente, qual a liturgia. Ou fazer upload de uma foto em um jacuzzi rodeado de senhoras, ao mais puro estilo de Jesus Gil, ou neste momento sabemos todos de pé cojeas. O que vamos que me perco, após me dizer o que ouvir durante o tempo que cocino, ocorreu de dar uma volta ao conteúdo e perguntar o que cocinarías ao ouvir “The Cave”, de Mumford & Sons. P. S.: Casar comigo (é a segunda vez que te peço, não se faça de penoso, nós sabemos que você Barcelona regalándote).

Caro David, que te tenha dito que eu vou por Barcelona regalándome se sempre mal-informado. Continuo cobrando por meus serviços religiosamente, e meus clientes estão muito satisfeitos. Vejo bem como que você perdeu o último Aló, que mais do que ter um “pontinho gay” parecia GayRomeo uma sexta-feira, às oito da noite.

  • ARTES Retrospectiva em Nova York, da fotógrafa afro-americana, todavia nada racial Ming Smith
  • o Meu desejo é dormir pensando em você meu afeto
  • Gurpegui e Llorente entram pela tabela para Málaga
  • o ibero da Darnís
  • cinco V. – PONTE Sobre o Mundo

A música de Mumford & Sons me inspira alguma coisa muito campestre e muito britânico, e um tanto épico. Um rosbif com pudim de yorkshire, tais como. Maria Anjos: eu Preciso de uma receita de MANTEIGA DE ROUX, não entendo que tipo de manteiga é e onde se compra. Nunca a tinha ouvido. Querida Maria, Anjos, nem sequer eu eu nunca tinha ouvido pronunciar-se da MANTEIGA DE ROUX. Nunca me falou, nem sequer me disse nada, nem ao menos me veio a cantar sob a janela, por uma justificativa claro: NÃO EXISTE. O roux não é manteiga, contudo uma ligação composta por gordura e farinha em partes idênticos.

É cozido em fogo lerdo, e é usado em novas molhos clássicos da cozinha francesa. Se você tivesse se preocupou em espiar pela Wikipédia O SABRÍAS. Beatriz: Quando eu me apaixonei por meu namorado, era um adonis de 70 Quilos. Agora, anos depois ultrapassou os noventa e cinco K. e me fornece muito pau de apresentar que está gordo no rosto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima