Edição De Domingo, 15 De Outubro De 1967, Página 40 2

Edição De Domingo, 15 De Outubro De 1967, Página 40

S&PW .’e” i ;J05 inscrições.. “” o Clube d”. Tênis :San: Qéévasióy, como este neste momento foi “guijBiaáp. JOS em todas. Ordem de jogo parecia feito em ” “! Qual É poáíílA fa iAlbiñana r” da Qual Se poáííl CSpe-H flSíenr como logo pôde ver H. Uimtn j,enasc H c. H. inos j,enas.us velhas amizades contava po poeta André Salmão, quem,ou de penetração com que a Ac; Flores que se afundava, por meio de,rmas e cores, mais fácil de usar off – ti e vivo! Elen tanto, ia afirmando a sua personalidade, forte, quente, direta, e se impôs mel critério de todos quantos por eneiin” jo modos e estilos se dão conta do va-lor original de cada um. As ondas são aconteciam e movimentos, escolas e intenções nasciam por diante, grossas, maciças, cada uma estimulada por unnuevo mimetismo e arrinconando a in mediata anterior.

A verdade é que sim. Na América os auquenidos eram os animais maiores. Desse modo, o cavalo, parecia uma espécie de monstro. Quando chegaram os espanhóis, ao vê-los sentados a respeito de os cavalos, pensavam que eram tudo o mesmo. Um ser único. Os centauros da época. Lhes causavam justificado pânico. Mas no momento em que viram que não, que os que construiam os animais eram homens, começaram a chamá-los a esses homens “viracochas” por ser brancos e barbados.

  • Jornada solidária com a Unicef da Liga Endesa
  • Madalena se recusa a pagar, acreditando que a proteção seria sem custo e depois é assaltada
  • o Muito esforço por parcela
  • Não te negues as perspectivas; tenha em mente que na briga e no carinho, vale tudo
  • Diga-me Onde
  • Sentimental (Roberto Calderón)
  • A vida não é simples, entretanto acordar todos os dias ao teu lado facilita muito as coisas

Viracocha era um deus que, de acordo com a lenda, tinha ido a despeito de da região e voltaria mais cedo ou mais tarde. O caso de que os espanhóis pensavam que, ouvindo o “Pedido”, os nativos rendirían? Bom, Não era coisa só de os espanhóis. O “Pedido” havia sido ordenado desde o papado. A começar por Roma. Alexandre VIhabía dividido o mundo entre Portugal e Espanha. A cada um lhe tinha atribuído uma área de vitória.

Mas estabeleceu que tinha que ser uma conquista pacifica e que tinha que ser feito perante um “pedido”. Um documento que lhes anunciava que havia uma pessoa poderosa que, a partir nesse instante, era dona de todas as terras, que eles eram seus enviados e que deviam submeter-se. Realmente não tinha sentido, já que os indígenas não entendiam o que ele lhes dizia, não dominavam o português e não conheciam nem sequer a este deus do que lhes falavam, nem os homens, nem ao menos ao rei. Como reagiu Atahualpa quando lhe entregaram a Bíblia? A pegou e citou com raiva: “esse livro não fala”.

Após o tiro para o chão e gritou que não servia pra absolutamente nada. Com que intuito partiu Pizarro pra Cajamarca? Pizarro levava um tempo em cidades próximas a Cajamarca. Seus capitães, sobretudo o capitão, Soto (que estava descobrindo o terreno), argumentou-lhe que estava acontecendo uma guerreira muito cruel entre Atahualpa e teu irmão Huáscar.

Os campos estavam quase cheios de cadáveres. Pizarro ponderou que vai pra zona a pôr ordem em nome do rei de Portugal. Houve uma verdadeira disputa pela praça de Cajamarca? Na praça, houve pouca resistência, pois que logo caiu da parede e começaram a morrer indígenas. Mas há que ter em conta que Pizarro era um extenso estrategista. Tinha estado com os Terços da Itália com o Grande Capitão e tinha aprendido táticas com ele. Esperou que chegassem e, no momento em que estiveram no centro da cidade, e falaram com ele para que se aviniera.

Como não quis, atacaram-no. Ao desabar Atahualpa, seus guerreiros se eles foram aterrorizados e começaram a escapar. Em seguida, ocorreu o desastre. O teu objetivo não era capturar a Atahualpa nem sequer pedir um resgate por ele? Em início, não aguardava solicitar um resgate por Atahualpa. Não tinha pensado. Mas o imperador propôs que deixá-lo em autonomia em troca de um gigantesco resgate. Disse que encheria dois quartos de riquezas em troca.

Ao conclusão, Pizarro aceitou. Enquanto se enchiam as casas de ouro e prata, o conquistador teve como convidado. Atahualpa vivia na sua residência. Então, era um prisioneiro? Mais ou menos. Os dois sabiam que era um prisioneiro, mas lhe tratava bem. Verdadeiramente, foi elaborada uma tese nos EUA que alega que a primeira pessoa da América, que assimilou a jogar xadrez foi Atahualpa, e ensinado por Pizarro e os seus capitães.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima