Empreendedor, Significado Novo, Espírito Antigo 2

Empreendedor, Significado Novo, Espírito Antigo

A frase empreendedor, de origem latina, faz fração do Dicionário da língua espanhola a começar por 1732. Mas nem sempre teve a conotação empresarial que tem prontamente. Até julho de 2010, empreendedor, dizia a Real Academia Espanhola, era só o que viking com resolução de ações firmes ou aleatórias. Nesse verão, a RAE emendou o postagem para integrar a acepção que hoje recebe e que as situações colocaram de moda: o que empreende com resolução de ações ou de empresas inovadoras. Mas bem que não se lhes conhecia como tais, agora em finais dos anos setenta tinha empreendedores em Portugal. Roque de las Heras, presidente do Centro de Estudos Financeiros (CEF), foi um deles.

Com um empréstimo garantido por seus pais -“toda a família se endeudó”, brinca – abriu tua primeira loja própria. Hoje tem 20.000 alunos distribuídos em seus centros de Madrid, Barcelona e Valencia. “A forma não tem variado. Começa-Se a toda a hora de uma forma muito humilde. Eu mesmo dava aulas, fazia os anúncios, recebia e fazia tudo”, lembra.

Como neste momento, Portugal vivia por isso uma ocorrência especial: era uma economia fechada que bregaba para a democracia, com uma taxa de desemprego elevada e uma taxa de inflação de 20%, o que encarecía muito o crédito. Além do mais, até sendo assim, se tinha prestado muito pouca atenção às pequenas e médias empresas, já que a crença generalizada era a de que as geradoras de emprego eram as grandes multinacionais.

Uma das primeiras medidas de suporte às pequenas e médias corporações na Espanha, foi a criação, em 1982, de Enisa (Empresa Nacional de Inovação, SA), corpo de capital público que financia a construção de corporações. Hoje, em troca, o empresário enfrenta um mercado muito superior, dinâmico e competitivo. “Na escola, os alunos não pensam em construir uma empresa em Madrid, porém bem como em Londres ou Nova York, para a partir daí exportar pra Ásia”, necessita.

Para Fernando Trías de Bes, professor de Marketing da Esade, a alteração fundamental foi cultural: “O empreendedorismo está bem mais assentado pela nação espanhola. Inclusive, a cultura do fracasso, que sempre foi um entrave, é um tópico de imediato bastante ultrapassado”. “O essencial não mudou”, diz Nico Goulet, sócio-diretor da Adara Venture. “Há inexistência de visão de negócio, excelência na realização e muita valentia”.

  • Analisa sua situação atual
  • seis Agenda comum e prorrogação de zona de distensão, de seis de maio
  • O teste de Pablo Alborán: curso nos EUA e mais tempo para a família
  • um Rolo de praia
  • 3 Warner Communications

Mas, Apesar de tentar escondê-lo, e o consegue de forma geral. Lum parece ser a única que podes ver a alma bondosa que de fato tem, e essa é uma explicação pela qual a moça oni se apaixonou por ele. Apesar significa “ser atropelado” e Série significa “estrela cadente”. As perspectivas de que uma estrela bata a uma pessoa são bastante nulas.

Seu nome é uma metáfora para sua cosmicamente miserável sorte. Sua seiyu é Toshio Furukawa, que é um Seiyu Veterano. Leon McNichol de Bubblegum Crisis, Sakamoto Maison Protagonista e vários outros. Também conhecida como Lamu (graças a da pronúncia em japonês de seu nome) é uma menina que se apaixonou irrevogavelmente do libidinoso e cruel bandido Apesar de Série. Pode-se alegar que uma menina normal, nunca se podes adorar este perdedor, porém, Lum não é uma garota normal.

Lum é uma princesa alienígena, filha de um robusto comandante-em-chefe do exército de seu planeta e, mais especificamente, um oni. Na mitologia japonesa, os onis são seres monstruosos que nascem do carma negativo dos seres humanos. Lum é uma versão extraterrestre de um deles (ou quem sabe é um objeto do karma negativo mal sucedido). É apto de voar e de gerar descargas elétricas. Tem o cabelo verde e vestida com um biquíni de tigre e botas go-go dancer assim como tigradas que faz virar a cabeça em uma comunidade conservadora típica do Japão. Como todo oni, ela tem 2 chifres e garras, e ele tem uma terrível aversão ao alho. Lum é um extraterrestre animada e desinibida.

Está cheia de apelo sexual, glamour e charme feminino. É uma moça honesta e amável, que não tem terror de expressar seus sentimentos. É uma crente firme na ideia de estar a todo o momento com o homem que ama (se bem que esta improvavelmente esteja com ela). Mas ela tem um outro lado assustador. Tem um temperamento muito explosivo e uma meio ambiente extremamente ciumenta, o que se traduz em grandes descargas elétricas (ou, às vezes atacando com enormes martelos de madeira) para Ataru.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima