"Há Que Fazer Ginástica Cerebral Para Tomar Boas Decisões" 2

“Há Que Fazer Ginástica Cerebral Para Tomar Boas Decisões”

ao oposto do que se pensou durante anos, as mais recomendadas decisões que tomamos pela vida, estão condicionadas por nossas emoções. É o que observa o especialista em neurociências aplicadas ao âmbito organizacional Nestor Braidot, nascido há sessenta e três anos em Avellaneda, pela Argentina, e que preside hoje em dia o Grupo Braidot, um computador consultor dedicado à procura em neuromarketing. “O que se passe na sua experiência não é o que ocorre com você, todavia o que você faz com o que lhe acontece”, comenta. Como tomamos nossas decisões?

O desafio que se coloca cada decisão estimula e faz resultantes da metaconciencia experiências anteriores ligadas, o que te faz sentir euforia ou insatisfação antecipada da decisão que você vai tomar em função do que antecipadamente aborto. O que prova científica apoia esta teoria? Assim, as nossas decisões são a todo o momento parciais. Em 2002, Daniel Kahneman obteve o prêmio Nobel de Economia, apesar de que era psicólogo e não economista. A principal contribuição de Kahneman foi provar que a decisão do homem econômico não é racional, e o fez, vendo o modo dos operadores de bolsa de valores de Nova York.

o Em que se baseia a sua suposição? Na neuroplasticidad, o que implica que a experiência que viveu ontem não é neutra, no entanto que fica registada. Obviamente, quanto mais fortemente gravada foi, mais forte é a conexão neural e existe uma maior hipótese de sair à superfície pra guiar uma decisão futura. É possível controlar este procedimento? E só falamos de tudo o que ocorre no metaconsciente, sob o limiar da consciência, onde, efetivamente, tomamos as decisões. Quer dizer verificável investigando um cérebro em funcionamento.

Quando começaram a pôr esses conhecimentos a outros domínios? A partir dos primeiros anos do milênio começamos a investigar como se podem extrapolar as investigações a respeito do cérebro humano, no âmbito organizacional. Observamos que a pessoa que tem um automóvel esportivo se comporta de outra forma da que não o tiver; sua atuação é mais ousada, agressiva, lançada. Este tipo de comportamento, considerado estende-se assim como ao consumidor de marcas de gama alta.

Até que ponto os hormônios determinam nossas decisões? Se você se autoprovocas um sorriso, se põem 32 músculos faciais, que, por tua vez, produzem endorfinas, que tornam mais fácil a intercomunicação. Outros hormônios proliferam na ingestão de determinados alimentos: como por exemplo, os carboidratos eliminam a quantidade de serotonina, o que produz a sensação de amargura e mau humor.

Como afeta o stress na tomada de decisões? Uma pessoa estressada não vai tomar uma decisão criativa, rica, com verdadeira consideração de todos os fatores. Se você tem contrariedade pra achar a solução para um problema, recorre ao metaconsciente. Muitas vezes ocorre que é quando acordamos de manhã, quando nos vem à mente a maneira de resolver uma definida ocorrência.

Muitos empresários que conheço têm conhecido que pra tomar grandes decisões se basearam em um pressentimento, uma intuição, contudo a intuição não é acaso nem por sorte, é o estágio superior da expansão da inteligência. O que significa ter treinamento intuitivo? Como treinar o nosso cérebro? Além de dirigir-se ao ginásio pra ter um físico em boas condições, há que fazer ginástica cerebral pra tomar boas decisões. Pelo inverso, a conseqüência será a deriva de tiro em primeira pessoa.

Qual o tipo de ginástica faz bem para o nosso cérebro? Como se treinam as emoções? O primeiro passo é assimilar a respirar usando o diafragma. Ele começa a concentrar a atenção na respiração, com o que conseguiremos aislarnos do lugar e constatar a nós mesmos. Quanto ao treinamento neurocognitiva, empezaríamos com um exercício que consiste em constatar coisas que não queremos atender para concentranos em o que podemos. Há que começar a assimilar a perceber. Quando vir o próximo vídeo, tira o som e tenta interpretá-la só por meio da imagem.

  • 3 Porto Rico: o líder em faturamento internacional
  • Como você avalia a figura de Michael Jackson
  • Portugal tem 15.000 milionários mais do que existe um ano
  • Certamente não, respondeu o jovem

No dia seguinte, faça o contrário, ouve apenas o som, dessa forma vai começar a aprimorar suas habilidades de sabedoria de um e outro sentido. Ao final, você entenderá melhor o universo que o rodeia e com as pessoas e, por conseguinte, tuas decisões serão mais bem sucedidas. Será que as organizações têm em conta essas terapias?

Nos dias de hoje nas escolas de negócios mais consideráveis do mundo, o currículo inclui o aprendizado da meditação. E é o que vem sendo demonstrado que o funcionamento dos gestores que costumam meditar é melhor do que o da média. Que tipo de meditação costumam levar a cabo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima