Mecanismo De Defesa 2

Mecanismo De Defesa

Na teoria psicanalítica freudiana, os mecanismos de defesa são estratégias psicológicas inconscientes postas em jogo por inúmeras entidades para fazer frente à realidade e preservar a auto-imagem. As pessoas saudáveis normalmente utilizam diferentes defesas durante a vida. Um instrumento de defesa do eu torna-se patológico, somente quando o teu uso persistente leva a um posicionamento desajuste tal que a saúde física e/ou mental do cidadão é afetada negativamente. O propósito dos mecanismos de defesa do eu é defender a mente/si/eu de angústia ou sanções sociais e/ou pra fornecer um refúgio frente a uma circunstância a que não se poderá enfrentar no momento.

Os mecanismos de defesa se confundem às vezes com estratégias de enfrentamento. Um dos recursos utilizados pra avaliar esses mecanismos é o Defense Style Questionnaire (DSQ-40). As chamadas técnicas de ajuste básico, mecanismos homeostáticos, estratégias de enfrentamento são, juntamente com os mecanismos de defesa, mecanismos psicológicos que eliminam as conseqüências de um evento estressante, de modo que o sujeito pode prosseguir funcionando geralmente. Os modelos de jeito que compõem a psique do ser humano, são um composto de forças.

Estas forças são as características genéticas, as características instintivas que residem no inconsciente e os fatores de desenvolvimento, que incluem: treinamento, circunstâncias ambientais do ser, experiência e criação. A maior parte das pessoas mantêm um balanço equilibrado entre essas forças. às vezes, o balanço é muito fraca e está em conformidade com os mecanismos de defesa. “Estratégias de enfrentamento” diz-se a atividades e comportamentos que o ser é consciente e “mecanismos de defesa” cita-se a processos mentais inconscientes. Dissociação: alega-se ao dispositivo pelo qual o inconsciente nos faz esquecer energicamente eventos ou pensamentos que seriam doídos se se lhes permitisse aceder ao nosso raciocínio (consciente).

Exemplo: esquecer do aniversário de antigas casais, datas, etc. Projeção: é o aparelho pelo qual sentimentos ou idéias dolorosas são projetadas para outras pessoas ou coisas próximas entretanto que o ser sente de fora e que não têm nada que visualizar com ele. Negação: denomina-se desse modo, o fenômeno mediante o qual o sujeito trata fatores óbvios da realidade, como se não existissem. Exemplo: quando alguém perde um familiar muito querido, como por exemplo, a sua mãe, e se recusa a aceitar que ela já morreu e se convence a si mesmo de que só está de viagem ou outra desculpa.

  • Nadal: “Se me dizem isso antes, tivesse
  • cinco Índice de Progresso Social (SPI – Social Progress Index)
  • auto-críticas, que podem ser guardadas de forma automática
  • Escola de Direito e Notariado (setenta alunos)
  • Cobosch33 (discussão) 06:Quarenta e nove vinte e quatro jul 2016 (UTC)Prof. Esp. Constança Daniela Bosch Alessio

Introjeção (o oposto da projeção): é a incorporação subjetiva por divisão de uma pessoa de traços que são típicos de outra. Exemplo: uma pessoa deprimida, talvez, incorpora as atitudes e as simpatias de outra pessoa e sendo assim, se essa outra pessoa tem antipatia fazia uma pessoa estabelecido, o perceber-se tristonho assim como antipatia pra com essa definida pessoa.

Regressão: é o retorno a um funcionamento mental de nível anterior (“meninas”). Exemplo: as criancinhas conseguem retrair a um nível mais criancinhas, no momento em que nascem, seus irmãos e notabilizar um modo imaturo, como chupar o polegar ou molhar a cama. Formação reativa ou reação formada: serve para impossibilitar que um pensamento doído ou controverso emergir. O raciocínio é substituído imediatamente por um agradável. Exemplo: alguém não pode discernir perante si mesmo que outra pessoa lhe produz antipatia, nunca lhe mostra sinais de agressividade e a todo o momento mostra um rosto simpático. Isolamento: é a separação da lembrança e sentimentos (simpatia, ódio). Exemplo: um amplo amor é assassinado em um contratempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima