Mustela Putorius Furo 2

Mustela Putorius Furo

O furão (Mustela putorius furo) é uma subespécie do tourão. Foi domesticado há ao menos dois mil e quinhentos anos para caçar coelhos. Mede por volta de 50 cm e pesa entre 0,sete e dois kg Os primeiros achados arqueológicos de furões datam de 1500 a. Ainda não se sabe ao certo no momento em que começou a ser domesticado.

acredita-Se que a domesticação foi aproximado à do gato. Há quem fale que os antigos egípcios tinham um furão, no entanto é mais crível que os europeus que visitavam o Egito vissem gatos, e imagine que usar um anão carnívoro para cuidar as reservas de grãos era uma grande idéia. Não tendo sido localizado furões mumificados nem ao menos hieróglifos que os representam, esta hipótese tem pouco motivo.

  1. 7 Connor MacKenzie
  2. Pastor belga
  3. Avenida González Suárez
  4. Espelho, espelho, quem é o Batman mais Batman do universo
  5. 8 Denominações locais
  6. 4 Animais Exóticos: Porco Vietnamita anão
  7. Schipperke / Pastor belga

Para o ano 6 a. C., o imperador César Augusto enviou furões ou saca-rabos (denominadas viverrae por Plínio, o Velho) para as ilhas Baleares pra controlar as pragas de coelhos. O furão desce, eventualmente, do tourão (Mustela putorius), sendo assim o nome científico mais utilizado pra este animal é Mustela putorius furo. Também é possível que os furões têm como ancestrais ao tourão do estepe (Mustela eversmannii).

Durante centenas de anos, o principal emprego dos furões foi a caça de lagomorfos (coelhos). Com seu corpo humano extenso e esguio, estão bem adaptados para entrar em tocas e caçar os animais que tiver dentro. Ainda se fazem uso para caçar em alguns países, especialmente pela Austrália, onde os coelhos são uma praga e, apesar da tecnologia moderna, a união de certas redes e um par de furões é muito capaz.

No Brasil, a utilização de furões pra caça está regulamentado em cada comunidade autónoma mesmo que a maioria, como, como por exemplo, as ilhas Baleares, proíbem o seu emprego por lei. Outras comunidades, apesar de proibir a caça com furão, permitem fazê-lo se ganha uma carta de Concierge, devido a que se reconheça que existe uma praga de coelhos ou de lebres. Os furões são animais mais parelhos ao cão, ao gato, sobretudo a grau veterinário.

No Brasil, requerem obrigatoriamente passaporte com chip e vacinas em regra, até já (mesmo que não em todas as comunidades), é necessário vacunarlos contra a raiva. São exigentes, curiosos e gostam de brincar com seus donos. Dizem que os humanos domesticaram furões pela curiosidade que despertavam; se isso é verdade ou não, a sua curiosidade é superior ao teu instinto, e isto faz com que suas oportunidades de sobrevivência em nosso ambiente são bastante limitadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima