O Jovem Propagandista De Vox Que Montou A Abascal Em Um Cavalo 2

O Jovem Propagandista De Vox Que Montou A Abascal Em Um Cavalo

Agora é o cérebro digital dos filmes virais e memes que fizeram Vox o novo fenômeno. O Corvo de Sevilha. Sábado, dez de novembro. Grupo de Morante de la Puebla chamou o líder do Vox, Santiago Abascal, a ver uma corrida de galgos. O termo, oferecem ao político português fazer a cavalo.

se Lembrar de suas cabalgadas quando galopaba criado naquele cavalo de seu pai, político do PP, que uma cinzenta manhã apareceu pintada com uma Gora ETA. Um subalterno do cantor grava espontaneamente a cena e as imagens chegam a um passado chamado Manuel Marechal. “Isso é a hóstia, Santi. Há que fazer um video épico para a campanha andaluza e colocamos a música de ‘O Senhor dos Anéis’. Se você vai fazer um viral”, diz o jovem no grupo do WhatsApp ‘Fazer de Portugal uma extenso novamente’, onde estão ele, Abascal, teu número 2, Javier Ortega, e o gerente do jogo. Marechal insiste: “você Vai como um tiro.

Pablo Casado no McDonald’s e tu a cavalo com o povo do campo”. Seu chefe, que não as tinha todas com ele, irá em fração. Dá permissão a viralizarlo, todavia só por meio de contas não oficiais. Não queria parecer frívolo. E, de repente, a montagem de Marechal-se infiltra em todos os informativos.

Decidem jogá-lo de um a outro lado dos seus perfis oficiais nas redes sociais, com a mensagem: “A Reconquista começa por terras andaluzas”. Conseguem-no mais de um milhão de visualizações e se torna o mais legal acto de exibição da candidatura de Vox. “É o filme que fez com que todos os andaluzes, teve discernimento de que nos presentábamos e que se leiam nosso programa.

É uma das chaves do sucesso”, comenta Marechal. É terça-feira, quatro de dezembro, apenas 48h depois do capotamento andaluz, e a sede de Vox está superlotada. Duas secretárias tentar completar a filiação de em torno de trinta pessoas que aguardam no hall. Em uma sala de seis metros quadrados, está achado Marechal, com uma barba, estética Novas Gerações e brackets. Na parede há pendurada uma bandeira de Portugal, um cartaz de Trump, outro de “Puigdemont a prisão” e um mural repleto de montagens com Abascal.

  1. A Capital de Mar do Plata
  2. Não implica afirmações sobre isso terceiros
  3. Artigo em inglês Exploitation of women in mass media
  4. 8 Cimeira dos BRICS (julho de 2014)
  5. sete Reconhecimento internacional
  6. dois Jogos de soma zero e soma distinto de zero

Está preparando um meme pra viralizarlo por intermédio do Twitter, Facebook e Instagram. Seu propósito: transportar mais adeptos para Vox em sua semana mais triunfal. Porque o telefone da sede não para de ganhar ligações de novos afiliados. Já são 20.000, quatro vezes mais do que há um ano. No passado domingo, Vox conseguiu 400.000 votos em Andaluzia e doze lugares, sem ter suporte lá e no momento em que o CIS de Tezanos vaticinava um.

E esse passado, que foi bolsista do PP, é o cérebro da propaganda que tem mobilizado e multiplicado os simpatizantes do partido desde há 2 anos e meio. Filho de lotero imediatamente falecido e de dona de casa, Marechal está por trás do apelo que permitiu cursinhos Abrantes, o batismo de massas do partido que elegeu a cor verde. Marechal abre a Crônica as portas da máquina propagandística do partido mais à direita.

Dias antes nos havia achado a solicitar-lhe a teu chefe que a autorização pra mostrar-se pela reportagem. “É íntegro que faleis dele. Sem ele não teríamos chegado até nesse lugar”, diz Abascal. Marechal é o estrategista de toda a propaganda em redes. Conta com a assistência de Jaime, um jovem fotógrafo de look afro que engole um pacote de Pelotazos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima