Os Óculos De Hawkers, Escapam Entre Os Grandes 2

Os Óculos De Hawkers, Escapam Entre Os Grandes

O que fizeram foi começar a revender óculos Knockaround, que era outra marca de empreendedores criada em 2005, em San Diego. “Pareceu-Nos um item a um preço incrível. E por costume, preferimos solicitar perdão do que permissão”, diz Perez. Mas a marca americana somente chegava à Europa, e no conclusão do verão de 2013, os caras Elx lhes foram comercializados mais de 150.000 óculos, tudo o que eles puderam fornecer. “Fomos pra San Diego, e nos deram a distribuição europeia”. A estas alturas, a aplicação móvel de imediato lhes tinha esquecido. Todos os seus recursos estavam centrados em como vender melhor os óculos.

A título de exemplo, investindo em publicidade do Facebook “com alguns bônus que compramos pela web”: a filosofia era a de máximo resultado com o mínimo de recursos. “E com tudo o que aprendíamos, fomos Knockaround a plantearles transformações para aperfeiçoar o design, a qualidade. Não aceitaram, contudo deixaram-nos elaborar uma marca nossa em paralelo. E desta maneira continuamos vendendo Knockaround e lançamos Hawkers”.

Pérez explica que foi pra China em 3 meses, “não tinha nem sequer idéia de fabricação, visitei, no mínimo, cinquenta fábricas”. O dia 11 de 12 (dezembro) do dia 13 (2013) venderam as primeiras Hawkers, a 20 euros, por intermédio da web. Modelos de armações conhecidos, com as combinações de cores e cristais que neste instante usavam os surfistas australianos três décadas atrás. “Não inventamos nada, só o temos retornando a colocar de moda”. Pros operadores logísticos óculos “são um doce: movemos diversas unidades, e pesam e ocupam pouco”. Mas segundo se interpreta do relato de Pérez, o palpável lucro da corporação é ter sabido espremer até a última gota a estratégia de publicidade nas redes sociais.

“Naquele verão de 2013, conseguimos converter Knockaround numa marca muito divertido no Facebook. Então, havia muito poucas marcas fazendo publicidade em redes, e essa ferramenta dava problemas. Mas como não tínhamos dinheiro, soubemos retirar a ponta” (tendo como exemplo, detectaram que o algoritmo não dava os mesmos resultados de acordo com as variáveis -segmentação de públicos, duração da campanha, orçamento e aproveitaram). A suposição de Pérez sobre os negócios na web diz que as barreiras de entrada não estão no primeiro degrau (“pela internet é acessível vender insuficiente”).

“No segundo passo você acha que teu público-alvo de imediato o tem, e que pra amadurecer cada vez há falta investir muito mais. E pra maioria, quando localizam que pra vender muito precisa de muito trabalho de equipa e de otimização, neste momento é demasiado tarde. Continua compartilhando que “no momento em que você construir uma start-up, se você não tem recursos, é relevante que a equipa fundadora unir todas as habilidades e produza o máximo valor”, analisa Silva.

Também jogaram a carta das celebridades e as parcerias com organizações como a Inditex, Air Europa ou Play Station. Em 2014, venderam quinze milhões de euros, somando Knockaround, Hawkers, da marca Miss Hamptons com que quiseram reinventar as alpargatas típicas da localidade (“contudo é mais fácil de vender óculos que alpargatas”), e Wolfnoir. Em 2015, 40 milhões. Em 2016 compraram a barcelona Northweek e o grupo faturou 60 milhões.

  • Um Qualidade do ar, ruído e ergonomia
  • “Ai deus” (Olga Tañon)
  • cinco – Prepare-se pra muito trabalho
  • Você faz um Smartphone mais inteligente
  • Capítulo 4×025 (750) – “Ilusões Recuperadas”
  • Seja paciente

Em 2017 esperam entrar a 100, em 2018, a trezentos milhões. Continuam a sonhar em aquisições. Agora são 150 pessoas, no Porto, Barcelona, espanha, Hong Kong, Los Angeles e México. Tem um built-in Christian Rodriguez (Byhours) ao conselho de administração, e Carlos Milho (ex Desigual) e Enrique Rubio como diretores de revenda. “Não queremos ser gurus, nem sequer variar o universo. “Somos rentáveis desde o primeiro dia, e temos crescido só com recursos próprios”, diz Pérez, ao mesmo tempo em que reconhece que deste jeito mesmo “somos uma rara avis no setor”. No encerramento de 2016, a matriz Saldum Ventures incorporou novos parceiros numa rodada de 50 milhões de euros. “Os maiores grupos do mundo nos visitaram. E ter essa solidez de imediato nos permite estar confortáveis, ser mais rápidos”. Em 2016 esperavam faturar 70 milhões, ficaram em 60: assegura que foi por causa de esta operação financeira que lhes distraiu. Mas por esse 2017 esperam voltar aos cem milhões de euros.

No decorrer do inverno antártico de 1902 Shackleton editou, a bordo do Discovery aprisionado pelo gelo, a revista da expedição, o The South Polar Times. Shackleton para acompanhá-lo, a ele e ao Wilson pela expedição ao sul, que tinha a meta de atingir a latitude mais ao sul possível em direção ao Polo Sul.

Este não foi uma séria tentativa de pisar no polo, entretanto o esforço de viajar para o sul era de capital credibilidade pra Scott e o acontecimento de que contará pra isso com Shackleton aponta uma amplo convicção pessoal. O trio partiu a dois de novembro de 1902 e a tua marcha pro sul resultou, segundo escreveu Scott mais tarde, “uma união de sucesso e fracasso.”

Os 3 homens sofreram cegueira das neves, congelamento, e, finalmente, escorbuto. Scott no livro The Voyage of the Discovery a respeito do que ele teve que ser transportado em um trenó. Scott decidiu enviar para moradia Shackleton, a bordo do navio de revezamento Morning, que havia chegado o estreito de McMurdo o mês anterior. Scott pra despachar Shackleton foi o ressentimento por sua popularidade, e que sua saúde precária, foi somente uma desculpa pra livrar-se dele. Mas não há maneira de conferir a história de Armitage, entende-se que Shackleton e Scott mantiveram a amizade, no mínimo até a publicação do relato da viagem ao sul, em The Voyage of the Discovery.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima